terça-feira, 6 de junho de 2017

AKZONOBEL TINTAS DECORATIVAS ANUNCIA INICIATIVA “ÁGUA:ESSÊNCIA DA COR”

A companhia trabalha para diminuir seu impacto ambiental, promovendo produtos à base de água, utilizando água de reuso e contribuindo com a melhora do fluxo hídrico pelo reflorestamento da Reserva Tangará. Esses projetos integram a estratégia de sustentabilidade e reforçam um posicionamento inovador sintetizado na iniciativa “Água:Essência da Cor”

São Paulo, 5 de junho de 2017 – Tendo como marco o Dia Mundial do Meio Ambiente,adivisão de Tintas Decorativas da AkzoNobel anuncia a operação, em sua fábrica de Mauá, na Grande São Paulo, de uma estação de tratamento de água de reuso – um investimento na ordem de R$ 10 milhões. Ao passar por processos físico-químico e biológico, mais a fase de ultrafiltração, o efluente surge com ótima qualidade, podendo, inclusive, ser reutilizado na produção de tinta. Além disso, a dona das marcas Coral e Sparlack inicia, neste mês, o plantio de 12 mil mudas da Mata Atlântica em cerca de 6 hectares de sua Reserva Tangará, regulando o fluxo hídrico e melhorando a qualidade da água das nascentes. Com isso, a companhia passa a acelerar o uso de suas fórmulas à base de água(as quais têm menor impacto ambiental versus aquelas à base de solvente),enquanto utiliza menos água de suas nascentes (graças ao reuso da água na produção de tinta) e melhora a qualidade de seus produtos. Todas as iniciativas estão em linha com a estratégia de sustentabilidade global da AkzoNobel, chamada “Planet Possible” (“Planeta Possível”) –pela qual a empresa se compromete a fazer mais com menos – efocam em um ingrediente essencial: a água.

Líder no Índice Dow Jones de Sustentabilidade por quatro anos consecutivos (de 2011 a 2015) e entre os top 10 da categoria por 11 anos, a AkzoNobel trabalha para reduzir seus impactos ambientais, sendo um dos principais deles a emissão de compostos orgânicos voláteis (COV), que pioram a qualidade do ar e colaboram para o efeito estufa. Dessa maneira, a empresapromoverá diversas ações para que,até 2020, ao menos20% de seus esmaltes, vernizes e especialidades sejamde formulação à base de água–praticamente dobrando o valor atual. Os benefícios são muitos, como sustenta Elaine Poço, diretora de Desenvolvimento e Sustentabilidade da AkzoNobel Tintas Decorativas para América Latina. “Um esmalte à base de água tem baixíssima emissão de COV: 90% menos em relação a um à base de solvente. Já as emissões de CO2 são 45% inferiores. E há benefícios também aos usuários: esses produtos não amarelam com o tempo, possuem secagem mais rápida e não têm cheiro. Em suma: com alta tecnologia agregada, eles oferecem ótimo desempenho com menor impacto ambiental”, argumenta.

Ao contrário do que se poderia supor, graças ao investimento na estação de tratamento de água de reuso, o aumento do portfólio de produtos à base de água não significará um consumo maior desse recurso natural. “Nós fabricaremos mais litros de produtos à base de água utilizando menos água das nascentes. Isso porque a nova estação nos permitirá reutilizar na produção de tinta mais água do que consumiremos com o aumento das vendas desses produtos”, reforça Daniel Campos, presidente da AkzoNobel Tintas Decorativas para América Latina. E completa: “Garantimos o uso racional deste ingrediente essencial que é a água com um olhar sobre seu ciclo completo. Estamos desenvolvendo ações e projetos inovadores, em um movimento contínuo e irreversível que pode ser sintetizado em uma grande iniciativa,‘Água:Essência da Cor’”, explica. “Produtos à base de água, reuso da água e melhora da qualidade da água formam o tripé que fortalece e diferencia essa iniciativa”.

Reuso da água

Já em operação, a estação de tratamento de água de reuso, com equipamentos modernos e sofisticados, combina o processo físico-químico com o biológico, e ainda conta com a fase de ultrafiltração. De forma simplificada, o processo físico-químico consiste na adição de reagentes que promovem a decantação de partículas, o que forma um lodo mais facilmente removido. Esse material é enviado para reciclagem em outra empresa. Na sequência, o efluente sanitário junta-se ao efluente físico-químico para receber o tratamento biológico, que é o sistema de lodos ativados. As bactérias ali presentes degradam cerca de 90% dos poluentes orgânicos. As estações de tratamento convencionais geralmente param aí; a de Mauá, porém, possui um tanque com membranas de ultrafiltração. Os poros da membrana de 0,00008mm são capazes de reter até mesmo vírus e bactérias.

“A qualidade do efluente pós-tratamento é bastante elevada. Isso indica que será possível reutilizar a água inclusive para fabricação de tinta”, declara Elaine. E adiciona: “Há diversas possibilidades, mas, para todas as opções levantadas, serão conduzidos testes a fim de garantir a segurança no processo fabril e a qualidade do produto final. É um trabalho que envolve diferentes áreas da empresa – Plantas Produtivas, Engenharia e Laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento.” Atualmente, a água de reuso tem sido direcionada a tarefas como lavagem de pisos e equipamentos. Para 2017, há a previsão de reutilizar 10% da água gerada; em 2018, o índice subirá para 40%; e em 2020, a meta é atingir 100%.

Origem da água

A AkzoNobel Tintas Decorativas começou, em 2017, a segunda fase do projeto Reserva Tangará, que visa aumentar a conservação ambiental por meio da substituição de parte do eucalipto (espécie que não pertence ao bioma brasileiro) por vegetação da Mata Atlântica. Agora, o foco é o reflorestamento de uma área de cerca de 6 hectares. Parte do eucalipto já foi removida, e, a partir deste mês de junho, serão plantadas, no lugar, 12 mil mudas de plantas nativas. “Cerca de 35 hectares foram reflorestados desde 2007. Um estudo feito em 2015 revelou que a mata está se recuperando, restando apenas uma área mais íngreme. É aí que atuaremos nessa nova etapa”, explica Elaine Poço.

A Mata Atlântica abastece os principais mananciais do estado de São Paulo. Ela ajuda a manter o ciclo hídrico e melhora a qualidade da água. “A Reserva Tangará, que é um fragmento dessa mata, possui duas nascentes, e uma delas fornece água para a represa de onde vem a água usada para fabricar nossas tintas”, esclarece a diretora. A floresta também contribui para o combate às mudanças climáticas (estoque de carbono), para a melhora da qualidade do ar e para a conservação da biodiversidade. Hoje, existem nessa área de 70 hectares cerca de 300 espécies da fauna e flora.

“A água é um ingrediente essencial à vida na Terra. Estudos indicam que, caso não seja tomada nenhuma ação diferente com relação à sua gestão, enfrentaremos um déficit de até 40%*. Por esse contexto e em linha com seu compromissoem contribuirparaum ‘Planeta Possível’, a AkzoNobel instituiu a iniciativa ‘Água: Essência da Cor’,com um conjunto de medidas que ajudam na conservação do meio ambiente e na existência de recursos para as gerações futuras”, finaliza Daniel Campos.


Sobre a Coral
A Coral, reconhecida mundialmente por sua excelência em inovação, tecnologia e satisfação de seus clientes, é uma das marcas de tinta mais conhecidas do Brasil. Sua expertise em cores resultou no desenvolvimento pioneiro de ferramentas que auxiliam na escolha e combinação de tons, como: o Coral Visualizer, aplicativo de realidade aumentada que pode ser baixado gratuitamente no site www.coral.com.br; o Colour Futures, estudo internacional de tendências de cores; e o Ideia Card, guia de combinações de tonalidades. Além disso, a Coral marca presença nas mídias digitais: twitter (@TintasCoral), Facebook/TintasCoral) e Instagram (@tintascoral). Em 2012, a Coral foi reconhecida no prêmio internacional Superbrands, que elege marcas excepcionais que atendem às necessidades dos mais diversos públicos.
A Coral tem a paleta mais completa do mercado, com 2.079 cores, e foi pioneira ao trazer, além de códigos, os nomes de todas as cores. Graças à postura inovadora, consolidou-se como geradora de tendências, ultrapassando as fronteiras da indústria química e posicionando-se como uma marca presente também nas áreas de arquitetura, decoração, design e moda. Desde 2008, a Coral faz parte da Divisão de Tintas Decorativas do Grupo AkzoNobel, multinacional de origem holandesa, a maior empresa de tintas decorativas do mundo.

Sobre a AkzoNobel
A AkzoNobel cria todos os dias produtos essenciais para tornar a vida das pessoas mais agradável e inspiradora. Como uma companhia global líder em tintas e revestimentos e uma das principais produtoras de especialidades químicas, fornecemos ingredientes essenciais, proteção essencial e cor essencial para indústrias e consumidores em todo o mundo. Respaldados por um legado de pioneirismo, nossos produtos inovadores e nossas tecnologias sustentáveis são concebidos para atender às crescentes demandas do nosso planeta em rápida transformação, tornando a vida mais fácil. Com sede em Amsterdã, na Holanda, empregamos aproximadamente 46 mil pessoas em cerca de 80 países, e nosso portfólio inclui marcas conhecidas, como Coral, Sikkens, International, Interpon e Eka. Consistentemente classificada como uma das empresas líderes em sustentabilidade, estamos comprometidos em energizar cidades e comunidades, criando um mundo protegido e colorido, onde podemos melhorar a vida das pessoas por meio do que fazemos.



                                                          Daniel Campos e Elaine Poço

                                                      Estacao tratamento agua de reuso
Estacao tratamento agua de reuso
 Estacao tratamento agua de reuso
 Água tratada



0 comentários:

Postar um comentário